Escolas podem usar Twitter e Facebook como ferramenta pedagógica

Com mais de 300 milhões de perfis cadastrados, o microblog twitter pode ser usado para auxiliar professores e alunos em sala de aula. A regra se aplica a outros sites de relacionamento como you tube, facebook  e flickr.

Segundo o especialista Oge Marques, professor da Universidade Atlântica da Flórida, através do twitter é possível aprofundar questões sobre temas que surgem dentro das salas de aula. Através de sites de relacionamento, os estudantes podem trocar conhecimentos com professores e outros colegas de classe. A melhor maneira de obter um bom desempenho dos estudantes através das mídias sociais é permitir o acesso a esses sites, dentro de ambientes controlados por adultos. Nesses casos, o professor funciona como o mediador que ensina que informações devem ou não ser aproveitadas.

O professor Jorge Armando Valente, pesquisador do  Núcleo de Informática Aplicada à Educação (Nied) da Unicamp, afirma que sem a orientação adequada, os sites deixam de ser ferramentas pedagógicas. “Se não tiver alguém orientando, não é pedagógico. A ideia de que na rede um ajuda o outro, é romântica. O que acaba acontecendo é que um cego conduz outro cego”, diz.

Jorge Armando afirma também que até o momento, nenhum país consegue usar as redes sociais como ferramentas pedagógicas de forma sistemática.

Fonte