Curtir (Facebook)

O polegar para cima em sinal positivo foi criado pelo matemático Justin Rosenstein logo que o Facebook surgiu. Por meio do curtir, se tornou possível gerar interações entre as publicações. Depois, com o passar dos anos, ele virou um meio significativo de avaliar o engajamento nas redes sociais. O botão também ajuda a movimentar e faz funcionar os algoritmos das redes.

A maior parte dos sites de notícias e de e-commerce adicionaram o botão em seus sites. Dessa forma, geram automaticamente curtidas e tráfego em suas páginas na rede social. Hoje o botão de curtir tem diferentes reações, como a do coração, a da cara triste, a da cara espantada, a da cara brava e a de risada. A rede social está testando e deve liberar aos poucos o botão de “não curtir”.